Header Ads

Em desabafo, Adriana Araújo cita 'discordâncias' em saída do 'Jornal da Record'


A jornalista Adriana Araújo foi até as redes sociais, nesta terça-feira (23), para agradecer os fãs pelas mensagens de carinho após sua saída do “Jornal da Record”, oficializada na última sexta-feira (19). Deslocada para o “Repórter Record Investigação”, ela citou durante o desabafo que ocorreram “discordâncias momentâneas”, que supostamente motivaram a mudança.  

“Não tem trabalho sem perrengue, não tem trabalho sem desafio, sem discordância. Mas uma discordância momentânea não pode apagar o brilho de tanta coisa boa que eu vivi e construí ali”, disse, sem entrar em detalhes e visivelmente emocionada. 

No registro, ela esclareceu que não se sentia “retirada” ou “rebaixada” por estar assumindo uma outra função no canal: “Isso já aconteceu várias vezes na minha trajetória da TV. Em 2002, quando saí de Belo Horizonte, eu era repórter do ‘Jornal Nacional’ e me tornei repórter do ‘Jornal Hoje’, em Brasília. Eu cheguei a ouvir de amigos: ‘Ah você vai sair do horário nobre, é uma mau negócio’. E na verdade, nunca foi. Eu não teria sido apresentadora do ‘Jornal da Record’, se não tivesse sido repórter do ‘Jornal Hoje’”. 

Para ela, ser repórter é “a essência da profissão de jornalista” e, agora, enxerga o “fim de um ciclo como apresentadora do ‘Jornal da Record’ e um começo de um novo caminho”. E completa: “O que a gente precisa ter é a clareza do caminho. E eu enxergo, claramente, que o caminho me leva para outros momentos agora. E serão momentos bons. [...] A única coisa que foi difícil na redação, foi que você não pode abraçar. Isso a pandemia traz de bem pesado. Você agradecer, olhar nos olhos das pessoas e não poder abraçar, foi difícil”. 

LINHA EDITORIAL

Em abril, vale lembrar, Adriana recebeu 30 dias de férias repentinas do vice-diretor de Jornalismo da emissora, Antonio Guerreiro. De acordo com o Notícias da TV, a decisão de afastar a profissional da televisão surgiu após supostamente a jornalista expor seu descontentamento com a linha editorial adotada no noticiário noturno. 

Incomodada ao ter sua imagem associada a reportagens de cunho governista, Adriana não teria concordado com a forma que o noticiário tratava a questão da pandemia, deixando de divulgar informações de interesse do telespectador. No dia 4 de junho, ela chegou a publicar um vídeo no Instagram informando os dados de infectados e óbitos por Covid-19 das últimas 24h. “Em plena pandemia, é preciso transparência com os números. É uma questão de saúde pública”, escreveu na legenda. 



Fonte: Notícias da TV
Tecnologia do Blogger.